São Cristóvão Saúde / São Caetano vence Pinheiros

O São Cristóvão Saúde/São Caetano conseguiu uma vitória heróica por 3 sets a 2, na noite de quarta-feira (08), contra o EC Pinheiros pela oitava rodada do returno da Superliga Feminina de Vôlei 2017/18, no ginásio Henrique Villaboin, em Pinheiros, São Paulo.

Mesmo jogando na casa do adversário, o São Caetano foi para o ataque jogando suas últimas fichas em busca da classificação para os playoffs, pois uma derrota tiraria quase todas as chances.

O primeiro set, o time de Hairton Cabral se impôs em quadra com forte bloqueio das centrais Mimi Sosa e Camila Paracatu vencendo por 25/22.

No segundo set, o São Caetano começou bem e chegou estar na frente do placar, mas em uma bola dividida na rede, a central Mimi Sosa teve uma lesão no tornozelo saindo de quadra. O Pinheiros aproveitou a baixa e fechou o set 25/20.

Com a reserva Gabi Pena também contundida, Hairton Cabral não teve outra escolha e colocou a jovem Diana, de 1,96 metro em quadra na posição de Mimi Sosa. Diana deu conta do recado ajudando sua equipe no terceiro que venceu por 26/24.

O quarto set, o Pinheiros se impôs em sua casa vencendo 25/16 e empatando a partida por 2 sets a 2. A decisão foi para o tie-break, o Pinheiros fez 14/12, mas heroicamente o time do ABC buscou 14/14 e fechou o quinto set em 19/17.

A ponteira Sonaly foi a maior pontuadora da partida com 22 pontos e central Camila Paracatu eleita a melhor da partida ganhando o troféu VivaVôlei Cimed. “Foi um jogo que sabíamos da dificuldade e da importância da vitória pelo nosso momento. Acho que mesmo com a lesão da Mimi, nós tivemos foco de não desistir em momento algum da partida e conseguimos a vitória. Feliz pelo VivaVôlei, mas ele é do time todo”, finaliza Paracatu.

Deixe seu comentário

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Imprensa ABC. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos usuários e a conta do Facebook do autor poderá ser banida.