São Caetano receberá 35 delegações

Evento será o primeiro realizado em sede conjunta

Os Jogos Abertos do Interior (JAI), mais conhecido como a Olimpíada Caipira, maior competição entre municípios da América Latina, acontecerão pela primeira vez na história em sede conjunta, sendo realizado concomitantemente em São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá e Ribeirão Pires, entre os dias 15 e 26 de novembro.

O JAI está em sua 81ª edição e, numa parceria inédita com o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, todas as cidades irão hospedar delegações, além de receber competições. São Caetano do Sul, por exemplo, receberá competidores de 35 cidades, em oito escolas, todas estaduais, já que o JAI é competição estadual.

Destas sete escolas que servirão de alojamentos, seis receberão delegações fixas e duas serão coletivas. As seis delegações fixas são de Araraquara, Assis, Botucatu, Rio Claro, São Carlos e Tanabi.

“Mesmo a organização ficando por conta do Consórcio Intermunicipal, a Prefeitura de São Caetano já acionou as secretarias de Saúde (Sesaud), Mobilidade Urbana (Semob), Serviços Urbanos (Sesurb), Esporte, Lazer e Juventude (SELJ), a GCM (Guarda Civil Municipal) e a Defesa Civil para estarmos engajados e atentos para que saia tudo a contento durante a realização dos jogos”, explicou Marcos Siarvi, coordenador das equipes de alto rendimento de São Caetano do Sul.

Competições

Campeã por 16 vezes nos Jogos Abertos do Interior, São Caetano do Sul vive momento de reformulação, dando maior relevância às categorias de base e criação de novos talentos esportivos.

Com 250 atletas, que competirão em 19 das 38 modalidades, a delegação de São Caetano chega com favoritismo em alguns esportes. “No Esporte é sempre complicado falar em ‘vamos ganhar’. Mas é claro que existe o favoritismo e poderia dizer que temos como expectativa de chegarmos nas finais e, quem sabe, até conquistarmos o título em Ginástica Rítmica, Capoeira, Taekwondo, Vôlei Feminino e Futsal”, comentou Siarvi.

A expectativa, no entanto, é de estar entre as cinco melhores colocações, como explica o secretário de Esporte, Lazer e Juventude e vice-prefeito, Beto Vidoski. “Desde a mudança no regulamento dos Jogos, em que os municípios têm de comprovar vínculos com a cidade, muitos municípios optaram por uma política mais a médio e longo prazos, fazendo atletas em casa. Mesmo assim, acredito que São Caetano do Sul esteja numa boa colocação no final da competição”, concluiu Vidoski.

Deixe seu comentário

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Imprensa ABC. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos usuários e a conta do Facebook do autor poderá ser banida.