Quem deveria fiscalizar a Zona Azul parece se omitir…

Parece que quem deveria fiscalizar o serviço prestado pela Zona Azul em São Caetano, não anda fazendo a lição de casa. Tem muito munícipe descontente com este tipo de serviço.
Já foi muito divulgado na mídia, o procedimento dos agentes da empresa que multam sem imaginar que o comércio onde se vendem os tais talões abrem somente após as 09 horas, e eles começam a multar as 08 horas.
Assim é fácil tirar dinheiro dos munícipes que utilizam a zona azul antes de o comércio abrir. Os vendedores de talões, só aparecem para multar. Legal!!! – Quem deveria fiscalizar, parece não estar nem aí com a população, e quem paga é a população, sempre…

Montaram uma arapuca!!!

Estranha foi a matéria veiculada no final de semana pela rede Record de Televisão, sobre a UTI do Hospital Infantil Marcia Braido recém-inaugurada, pelo prefeito José Auricchio Júnior com toda a pompa antes de sua viagem a Europa, há dez dias atrás. Estranha porque a área é reservada e ninguém poderia estar ali, ainda mais quem não tem vínculo algum com a secretaria de Saúde e muito menos é funcionário público. Simplesmente invadiu o hospital e filmou, isso seria normal? – a mando e autorização de quem ele ali entrou? – Só esperaram a saída por dez dias do atual prefeito para os desafetos colocarem as mangas de fora… que arapuca que armaram, heim!!!

Infiltração no teto…

Como toda a obra, sempre há problemas a serem sanados, depois de sua reforma. Infiltração é uma delas, principalmente quando a reforma é no teto, principalmente que este deve ser feitos os reparos durante dias que não chovem, caso contrário não há como concluí-la. Bom, mas quem fez a denuncia a Rede Record, talvez não sabe que é no período de chuvas que se descobre os vazamentos, daí conserta-se. Foi o que aconteceu. Aproveitando que teve infiltração com as chuvas, a UTI do Hospital Marcia Braido, foi lacrado para não ser usado enquanto não se sanasse o problema, e aí armaram a arapuca.

Seria o tal fogo amigo?

Como na política, tem os amigos e aqueles não muito amigos, mas se dizem muito próximos e amigos leais, nada mais justo falar que a arapuca foi montada por fogo amigo, só para ofuscar a administração municipal que pegou uma cidade em destroços e está fazendo o possível para colocá-la em ordem. Mas os amigos, àqueles que não tem capacidade para fazer, tentam ofuscar o trabalho de outros e contrata serviços nada convencionais para fazer o trabalho sujo, e olhe, tem gente que faz a troco de cestas básicas e/ou empregos. Deve ser esta a conclusão final. Ainda vai aparecer quem mandou o recado…

Rua esburacada

A prefeitura de Santo André, parece que não está nem aí com os motoristas e moradores da Rua Abernésia, entre as rua Marina e Alice Costa, no bairro Santa Maria, divisa com São Caetano. A rua é só buraco, alguns maiores que outros, e para passar pelo local, só desviando mesmo devido ao enorme tamanho de alguns. A população clama pela realização de recapeamento da rua em toda a sua extensão, pois o local fica intransitável quando estacionam dos dois lados da via pública, ficando só os buracos para os motoristas passarem. O local está assim há muito tempo, e a população diz que vai mandar a conta para a prefeitura quando seus veículos quebrarem…

Fim do Foro privilegiado

Depois das últimas votações o que ficou evidenciado para muitos deputados é que eles estão em cima do muro, ou melhor estão indecisos quanto aos futuros acontecimentos em Brasilia. A PEC 333/2017, acaba com o foro privilegiado de deputados, senadores e a classe política brasileira que se julga acima da lei. Brigam para se elegerem para não pagarem por seus crimes fiscais, administrativos e de improbidades administrativas por mau uso do dinheiro público, e ou recebem benefícios para votarem leis que lhes favorecem. O fim do foro coloca todos os políticos na mesma linha de igualdade com toda a população. Será que seria isso mesmo? – irão espernear e muito e ainda farão muitos protestos na Câmara Federal…

Declaração cômica de um investigado

Nada contra qualquer cidadão de bem sair candidato a qualquer cargo Legislativo ou Executivo no Brasil pelos inúmeros partidos políticos que viraram peça de manobra política. Meia dúzia deles, já bastaria. Até a favor de candidatura fora de partidos políticos deveria ser permitido, só assim, calaria a boca de muitos políticos que se dizem os maiorais do país, mas são condenados e investigados pela justiça e seus currículos não são nada invejados pela maioria da população politizada. A fala do ex-presidente Lula da Silva em entrevista na última quinta-feira, deveria ser tratada como uma piada, onde ele, condenado como todos sabem em primeira instância e com vários outros processos em andamento, ainda se coloca como o melhor dos melhores para governar o país. Será que não está na hora de a população parar de votar em políticos que são investigados e condenados, mesmo que em primeira instância? – Se isso acontecesse, sobraria mais tempo para eles, trabalharem em prol da população e não em seu próprio benefício, e deixar de fazer da política seu primeiro e único emprego.

Vereadores e derrotados querem ser deputados

Deve ocorrer uma briga de foice entre os inúmeros vereadores do Grande ABC e candidatos derrotados nas últimas eleições que querem disputas vagas para deputados estaduais e federais por seus partidos para representar a região. Querer todos querem, mas, será que terão cacifes para pagarem suas campanhas? – alguns dão sinais de que estão falidos financeiramente – Uma campanha para deputado custa hoje em média 10 milhões de reais.
Aí cabe uma pergunta quem bancará essas candidaturas? – será que os vereadores e ex-candidatos interessados em disputar estas vagas tem cacife para gastar esta quantia? – será que a legislação eleitoral não vai estar de olhos bem abertos para ver de onde vem as verbas para financiar as campanhas? – Aqui na região do Grande ABC tem muitos candidatos que esperam ser indicados pelos prefeitos, mas só indicados, pois as prefeituras não podem bancar nenhuma campanha.
Quem se arrisca a vender suas propriedades para bancar uma campanha eleitoral que pode não dar certo? – não vale vender outras metades…

Santo André terá Controladoria

Acompanhando as prefeituras do município de São Paulo e São Caetano, no combate à corrupção, a prefeitura de Santo André deve contar até meados do meio do ano que vem, o órgão controlador do município de acordo com o prefeito Paulo Serra, servirá para auxiliar nos gastos públicos e dar mais transparência a administração pública. O projeto deve ser encaminhado no início de 2018 à Câmara Municipal, sendo que Serra já adiantou que quer uma estrutura bem enxuta, evitando gastos excessivos. A controladoria segundo Serra, vai envolver a questão da qualificação das despesas do Paço, monitoramento dos programas locais, controle social das ações e atendimento a munícipes.

Samuel Oliveira é Jornalista e conta o que de melhor (ou pior) acontece nos bastidores da política da região do ABC.

Deixe seu comentário

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Imprensa ABC. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos usuários e a conta do Facebook do autor poderá ser banida.