Adiada na Câmara votação da reforma administrativa

O projeto do prefeito José Auricchio que prevê a Reforma Administrativa no município estava prevista para entrar em pauta na última sessão do Legislativo, mas, parece que ficou emperrada em uma das comissões e deve entrar em votação na próxima sessão que acontece na terça (15). A reforma tem entre os principais pontos a extinção da Fumusa – Fundação Municipal da Saúde, e remanejamento de seu pessoal para outras áreas da Saúde, transferir o setor da Juventude para a secretaria de Esportes, além de extinguir a pasta de Comunicação e criar a pasta da Corregedoria e Controladoria do Município. Estas mudanças darão fôlego a administração, porque prevê economia de 18 milhões de reais ano.

Se querem atacar e criticar por que não criticar a CPTM?

Dias atrás, várias árvores de grande porte plantadas na área pertencente a CPTM, ao lado da estação de trem de São Caetano no lado do bairro Fundação, foi a pedido da empresa cortada depois de vários anos de intermediação na justiça por causas das leis ambientais que proíbem o corte de árvores. Através de acordo com o IBAMA, CPTM e a prefeitura, foi decidido a poda da árvore e repor a compensação em outro local. Se o pessoal do meio ambiente quer reclamar, por que não contra a CPTM onde estavam as árvores? – o que tem a ver a extinção de uma pasta do governo, como a Meio Ambiente com a poda da árvore? Por que não reclamaram quando o ex-prefeito mandou cortar todas as árvores da rua João Pessoa e não deu satisfação a ninguém? Vá saber…

Patriota? – sim, esse é o novo nome do PEN

Para entrar no PEN, o presidenciavel, deputado federal Jair Bolsonaro quer primeiro mudar o nome do Partido Ecológico Nacional, para Partido Patriota.
Parece que isso vai acontecer em breve, visto que tanto o presidente nacional do partido Adilson Barroso e o vice nacional Marcos Toletino, dão aval para que isso aconteça.
Será que o partido vai perder a referência ecológica? – a qual era sua bandeira e tem vários representantes no país?
Talvez sim, mas é melhor aguardar, visto que o futuro da legenda com Bolsonaro pode deslanchar daqui para frente.

Auricchio, Dória e ACM

O prefeito José Auricchio, no início da semana esteve na cidade de Salvador – Bahia, convidado que foi para participar da entrega do título de Cidadão Soteropolitano, ao prefeito de São Paulo, João Dória do PSDB. O convite e a concessão do título partiu do prefeito de Salvador Antonio Carlos Magalhães Neto. Além do título, a pauta da comitiva paulista contou com reuniões entre lideranças empresariais.

Centro comercial vê vantagens em ter Atende Fácil

Um dos locais estudados pela prefeitura para a instalação do Atende Fácil, é o Centro Comercial de São Caetano localizado no centro da cidade e tem acessos pelas rua Manoel Coelho e Avenida Senador Roberto Simonsen. A mudança vai poupar aos cofres públicos cerca de 2,5 milhões em alugueis por anos, e se a opção for o centro comercial e não a segunda opção na Estação Jovem também no centro, quem está apostando na ideia são os comerciantes do local que já enxergam lucros com seus comércios. Há até a possibilidade de não cobrança do espaço da prefeitura por este motivo.
OBS: os dois locais são próximos da estação ferroviária da CPTM e linhas de ônibus.

Reforma partidária

A reforma política que está na eminência de ser aprovada pelo Congresso Nacional deverá ser bem aceita pela população. Com a reforma virá grandes mudanças, e o eleitor saberá exatamente qual candidato irá ganhar, visto que hoje há os puxadores de votos e os sortudos que ganham uma vaguinha com o mínimo possível de votos, ou melhor, muitos nem tem representatividade, mas estão lá representando o povo com 50 votos. Um exemplo é o deputado Tiririca que foi eleito com centenas de milhares de votos e deu oportunidade a deputados inexpressivos. O mesmo ocorre com os vereadores, uns puxam outros e muitos são eleitos com quantidade irrisória de votos.
A reforma também acabará com os vices: de prefeitos, governadores e presidente e quem tiver o número maior de votos será eleito, não importando se o partido for grande ou pequeno.

Dória em Santo André

O prefeito de São Paulo João Dória, a pedido do prefeito José Serra de Santo André participou na última quarta-feira do encontro de empresários e lideranças para discutir investimentos no município para os próximos anos. Cercada de inúmeros empresários a reunião também foi palco da assinatura do protocolo de convênio com o Movimento Brasil Competitivo. A parceria faz parte do projeto Santo André 500 anos, que visa preparar a cidade para os próximos anos.

Samuel Oliveira é Jornalista e conta o que de melhor (ou pior) acontece nos bastidores da política da região do ABC.

Deixe seu comentário

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Imprensa ABC. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos usuários e a conta do Facebook do autor poderá ser banida.