Balanço da atuação GCM de São Caetano durante feriado de Finados

No final de semana do feriado de Finados, a GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano atendeu 65 ocorrências dos mais diversos tipos de atendimento.

Entre eles, perturbação do sossego, averiguação de indivíduo em atitude suspeita, auxílio ao público e acidentes de trânsito e dois flagrantes.

Além disso, viaturas presentes o tempo todo nos três cemitérios da cidade. No domingo (05), no Bairro Mauá, por volta das 15h, uma menina de 11 anos viveu momentos de horror em sua residência. Após escapar de agressões de seu pai, presenciar sua mãe ser agredida e prestes a ser lançada da sacada, a filha foi trancada em seu quarto e ligou para a GCM para pedir socorro.

Imediatamente, a GCM compareceu ao local do fato e presenciou o pai segurando uma faca. Devido a agressividade e ameaças contra as vítimas e a GCM, o homem foi algemado e conduzido para a Delegacia Sede e indiciado pelos crimes de lesão corporal, violência doméstica e homicídio tentado.

No mesmo dia, por volta das 23h, a GCM foi acionada para averiguar denúncia de furto na Paróquia Sagrada Família. A Romu, equipe tática da (GCM), avistou um casal com diversas sacolas ao aproximar dos cruzamentos das ruas Rio Grande do Sul e Niterói. Ao notar a aproximação da viatura, o casal abandonou as sacolas e, para despistar, dividiu-se e cada um correu para rumo diferente.

O encarregado da viatura correu à pé obtendo êxito em abordar um dos indivíduos nas imediações da rua Santa Catarina, mais precisamente na passagem da Eletropaulo. O outro comparsa seguiu para rua Rio Grande do Sul e foi abordado pelo motorista da viatura. Durante a entrevista na abordagem, o homem confessou que arrombou as portas da paróquia e furtou brinquedos, roupas, alimentos (kits para doações), cheques e dinheiro.

O homem (33) e a mulher (30) foram indiciados pelo flagrante de furto e permaneceram à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Imprensa ABC. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos usuários e a conta do Facebook do autor poderá ser banida.